Home / Ecossistema de startups / Uma experiência nos principais ecossistemas de startups e inovação dos Estados Unidos
Harvard Business School

Uma experiência nos principais ecossistemas de startups e inovação dos Estados Unidos

Particularmente eu gosto muito dos formatos não convencionais de aprendizado, que aceleram a absorção do conhecimento e agregam experiência, dentro do tempo requerido para atingir minhas metas. Acredito que, a cada experiência vivida, mais se descobre que novas experiências podem lhe agregar valor. Esse é o caminho natural de evolução, na vida profissional e na vida pessoal. Acredito também que compartilhar as experiências vividas, é a melhor forma de gratidão para continuar a viver o ciclo positivo de aprendizado.

Motivado por essa crença, um sonho pessoal e a paixão pela inovação tecnológica, me desafiei a viver uma experiência nas principais universidades, ecossistemas de startups e centros de fomento à inovação dos Estados Unidos: Vale do Silício, São Francisco, Boston, Nova Iorque, Los Angeles, Austin e Miami. Estava então em Dezembro de 2015, sentado com minha esposa, planejando o que seria “a melhor experiência de todas”, como diria minha filha, em uma analogia ao desenho da Luna.

Essa experiência ainda tinha alguns componentes desafiadores, como conciliar os estudos e pesquisas com minhas responsabilidades como funcionário da Hewlett Packard Enterprise e a distância da família, durante os 3 meses planejados.

Com base nas minhas metas, montei um plano baseado em 6 pilares:

  • Formação convencional e não convencional nas universidades Harvard, Stanford, MIT e UC Berkley.
  • Conferências e seminários.
  • Eventos e meetups em aceleradoras, espaços de co-working e univerisdades.
  • Visitar empresas tradicionais e startups para conhecer a cultura e processos.
  • Entrevistas para o livro e documentário que estou trabalhando.
  • Networking e coaching.

Hoje vou compartilhar um pouco da experiência de formação convencional e não convencional nas universidades Harvard, MIT, Stanford e UC Berkeley.

Iniciei minha pesquisa de cursos por Harvard, Stanford, UC Berkley e MIT em Novembro de 2015. Os cursos deveriam estar relacionados a inovação, ter curta duração, estar dentro do meu orçamento e com ocorrência entre Fevereiro e Maio de 2016. Encontrei dois cursos de formação executiva, “Leading Product Innovation” na Harvard Business School e “Developing and Managing a Successful Technology and Product Strategy” no MIT.

Antes de me inscrever, realizei pesquisas no Linkedin para entender o nível de profissional que havia participado desse curso, procurei conhecer mais sobre os professores e experiências, analisei os tópicos propostos, além de avaliar o material do site, que é bem completo.

O método de avaliação para os cursos executivos são bem simples. Harvard e MIT fazem uma avaliação do currículo e experiência, para assegurar que irá montar uma classe com profissionais capazes de discutir os casos de estudo abordados, expressar opinião e compartilhar casos vividos. Em menos de 15 dias recebi as aprovações e realizei os pagamentos, que precisa ser imediatamente após a confirmação. O curso em Harvard incluia hospedagem dentro da universidade e alimentação, uma estrutura fantástica.

Os cursos são baseados em estudo de casos, que mostram como empresas de ponta como Apple, Google, Lego, Tesla, Nestle, IDEO, Fujitsu, entre outras, venceram ou falharam em seus desafios, apresentando números, fatos e evidências. Os professores são realmente diferenciados, em um método socrático que enfatiza a participação e integração dos alunos, mantém a classe o tempo todo expondo diferentes experiências e pontos de vista. A classe tinha aproximadamente 60 alunos, composto por gerentes sêniors, diretores, vice presidentes e C-Levels.

O que tornou as aulas ainda mais dinâmicas foi poder aprender, compartilhar e discutir casos com profissionais de excelente nível, de diferentes setores Midia, Entretenimento, Segurança, Transpote, Varejo, Tecnologia, Marinha, Financeiro, Governo, etc.

Alguns tópicos legais que foram discutidos sobre os estudos de caso: Estratégias para Go-To-Market, Definição e Gestão do Pipeline de Inovação e R&D, Desenvolvimento e Evolução de Produto, Plataforma e Efeitos de Rede, Estratégia de Marketing Digital e Off-Line, Talentos A+, Avaliação de Problemas, Soluções e Tendências Estratégicas, Estratégia de Pipeline Disruptivo e Incremental, Modelos e Investimentos em Inovação, Ciclo de Inovação, de Crescimento e de Maturidade Tecnológica, Criação de Valor e Captura de Valor, entre outras.

Os casos de estudo abordados no curso foram disponibilizados na intranet com 30 dias de antecedência. É muito importante esse foco e estudo preliminar, pois nenhum caso é lido durante as aulas, eles são discutidos e questionados em detalhes. A cada dia, recebíamos novos casos e com o avanço do curso, sentia que precisava me preparar melhor para o dia seguinte. Então, após o jantar e evento de networking, eu ficava estudando até o início da madrugada, para revisar tudo que seria discutido no dia seguinte.

Para a segunda parte do estudo não convecional, descobri há algum tempo atrás, que as universidades americanas permitem que você frequente aulas como “Audit Student”. Isso significa que você pode entrar na classe, assistir uma determinada matéria do seu interesse, porém não receberá crédito ou certificado. Nesse ponto o bem mais valioso é o conhecimento e a experiência que agregará sobre o tema. Outro ponto muito interessante é que não tem custo.

Pelo que consegui validar, a Harvard Business School é mais restritiva a essa prática, mas a Harvard Kennedy School, MIT, UC Berkley e Stanford possuem políticas mais abertas. De qualquer forma, meu procedimento foi entrar no site das universidades e verificar os cursos, datas e horários. Ao chegar na classe, conversava com o professor, pedindo a permissão para assistir a aula temporariamente como “Audit Student”, mencionando minha pesquisa e prontamente o professor permitia o acesso. Foram experiências incríveis, que mesmo não recebendo um certificado, consegui montar uma plano de estudo para atingir minhas metas de desenvolvimento profissionais.

Nesse contexto selecionei tópicos relativos a empreendedorismo, startups, ventures, finanças, marketing, equipes e vendas. No geral, as aulas são mais teóricas, em alguns momentos com casos de estudo mas que no geral, estimulam muito a participação e integração dos alunos.

Em Stanford atendi uma das matérias mais bacanas, relativa ao curso Management Science & Engeneering 474, chamada Entrepreneurial Thought Leaders. Trata-se de uma matéria onde é convidado um empreendedor do Vale do Silício, para falar sobre sua jornada, desafios, mercado e realizações. É mais um conceito de inspiração, que estimula o empreendedorismo na universidade. Essa matéria é organizada pelo Stanford Technology Venture Program, em parceria com nada mais que a DFJ, empresa de venture capital, que já investiu em empresas como Tesla, SpaceX, Twitter, Skype, Tumblr, entre outras.

Foi uma experiência realmente incrível. É uma pena que faltou tempo para tanto conhecimento disponível.

Abaixo, separei alguns links que me ajudaram nessa jornada:

Harvard Kennedy School

https://www.hks.harvard.edu/degrees/teaching-courses/course-listing

https://www.hks.harvard.edu/degrees/registrar/instructions-for-cross-registration-and-auditing

Harvard Business School

http://www.exed.hbs.edu/programs/lpi/Pages/default.aspx

Stanford

http://stvp.stanford.edu/

http://stvp.stanford.edu/courses/

MIT

http://executive.mit.edu/openenrollment/program/new-product-development-strategy-course#.VzFeB4QrKM8

Steve Blank´s Guide

https://steveblank.com/visitors-guide/

Veja Também

Trasnformar um idéia em uma oportunidade de negócio

Transformar uma ideia em uma oportunidade de negócio no momento certo para o mercado

A idealização de uma solução é um momento cercado de muito entusiasmo e excitação do …

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.

2 comentário

por cronologia
por ranking primeiro novos por cronologia
1

Parabéns Iglá! Planejamento, Execução e Resultados extraordinários !!! Sem dúvidas um exemplo a ser seguido por muitos!!! Abs

2

Muito obrigado Dallilo! Conte sempre comigo no que precisar. Abs